O processo educacional, ou seja, o modelo de pesquisa sem dúvidas é uma maneira diferente, ousada e inovadora de aprendizagem, mas a de se pensar na realidade cultural e no meio em que a escola está inserida.

Embora existam exemplos do funcionamento deste modelo, não existe ainda indicadores convincentes sobre o resultado.

A novidade geralmente é alicerçada nas falhas ou superação de práticas existentes, mas este processo não pode ser encarado como uma transformação que erradique os problemas da educação no país.

Seria importante dados mais consistentes para avaliar os alunos inseridos neste princípio educativo em confronto com aqueles que fizeram o ensino tradicional.

O ensino tradicionalista virou moeda desvalorizada, e o movimento que trabalha isto, acaba ao mesmo tempo promovendo um novo modelo, sem nem se quer levar em consideração que os grandes nomes da literatura e de outras vertentes foram instruídos desta forma.

os-estudantes-amigos-leram-um-livro-31957065

Como considerar pesquisa, sem refletir na condição e na realidade das escolas brasileiras?

É possível considerar pesquisa sem as condições necessárias para aplicá-la?

Nosso alunos, aqueles com comportamentos que afrontam qualquer tipo de coletividade, estariam aptos a seguir este modelo de pesquisa?. E os docentes?

O Brasil virou mestre em importar métodos, sem se preocupar muito com sua implantação, é necessário pensar em cada pergunta e executar a melhor resposta.

Deve-se considerar ainda, que outras perguntas, podem e devem ser feitas para que este processo possa se tornar realidade, porém não devemos responsabilizar apenas as práticas escolares mecânicas pelos fracassos da educação.

Que é preciso uma reestruturação do ensino brasileiro, não há dúvidas, mas é preciso coragem e compromisso, ao invés de ficar apontando erros. É preciso inovar e fazer a diferença alcançando melhores resultados do que os já existentes.

A maioria dos pensadores, que falam em inovação, desconhecem a realidade da escola brasileira, falam como se o problema fosse apenas a falta de conhecimento obtido pelo aluno no final do ano ou o despreparo dos professores na aplicação de suas aulas.

filosofia

As instituições de ensino, também defendem estas formas revolucionárias mas são as primeiras a continuarem como o modelo tradicionalista, ou seja, muitos são argumentos, poucas são as práticas. Muitos são os estudos, poucos os efeitos.

Para se conceber o modelo de pesquisa  como ensino, temos que reavaliar todo estrutura educacional, verificar se este tipo de aprendizagem trará no mínimo aos seus participantes o mesmo resultado obtido pelos alunos do ensino tradicional, caso contrário, será apenas uma experiência.

O que podemos relatar, por conhecer várias pessoas que participaram deste método de ensino, é que elas se sentiram prejudicadas quando passaram por exame em concursos públicos, pois não possuiam a base suficiente para realização da prova.

temas-redacao-enem

E você o que acha do método de ensino de pesquisa? Faça um comentário, conte sua experiência!

educadorvc

leave a comment

Create Account



Log In Your Account